26 de novembro de 2012

Competitividade passa por mais produtividade

HEITOR KLEIN
Presidente executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados - ABICALÇADOS


Nestes tempos de planejamento, com avaliação de fortalezas e fraquezas, oportunidades e ameaças, com o raciocínio turvo em razão de metas não alcançadas e previsão de períodos difíceis pela frente, sobressai a tendência de minimizar perdas diante de uma imaginada impossibilidade de maximizar ganhos.

Um planejamento nestas bases resulta em um plano modesto, com proposta de mera sobrevivência, sem crescimento.

Contudo, a história dos grandes empreendedores mostra que seus grandes sucessos surgiram em períodos em que tudo deveria dar errado. Mas, para estes, foi diferente, porque como no ditado, tudo parecia impossível, então eles fizeram. As características comuns a estes vencedores são a de "pensar fora da casinha!", a liberdade da criatividade, a ousadia da inovação.

Competitividade
A indústria brasileira de calçados tem buscado avançar na qualificação do produto como forma de competir em condições adversas de competitividade, especialmente pela agregação de valor e aplicação de design diferenciado, tanto no mercado doméstico quanto no internacional. Mas isso não basta, até porque os asiáticos, assim como outros ofertantes, também têm seguido esta orientação. O fato é que o calçado brasileiro, por ser produzido no Brasil, tem preço mais elevado que um equivalente de outras origens.

Portanto, a indústria precisa avançar ainda mais em maior eficiência e eficácia do processo da manufatura e na busca de materiais alternativos que proporcionem redução de custos. Neste particular, certamente bons avanços poderão ser incorporados pela aplicação de modernas técnicas de engenharia de produção, notadamente de automação.

Para potencializar resultados, um processo desta natureza deve ser assumido pela cadeia produtiva como um todo, porque é sabido que a força de uma corrente está na resistência de seu elo mais fraco. Ainda mais, é fundamental a cooperação entre fornecedores e fabricantes, notadamente em tipos de manufatura como a calçadista, em razão da predominância de componentes semi- fabricados.

http://couroportal.couromoda.com/noticias/ler/competitividade-passa-por-mais-produtividade